O seu Blog de Psicometria

Tenha acesso à nossa enciclopédia virtual de conhecimento em Psicometria e Análise de Dados

Junte-se a mais de 22.300 membros e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Compartilhe nas Redes Sociais

Validade baseada no conteúdo

Bruno Damásio

abr 11, 2021

O que é validade de conteúdo?

A validade de conteúdo refere-se ao grau em que o conteúdo de um instrumento reflete adequadamente o construto que está sendo medido. Em outras palavras, é a extensão em que uma medida “cobre” o construto de interesse.

Para produzir resultados válidos, o conteúdo de um teste deve cobrir todas as partes relevantes do assunto que pretende medir. Se alguns aspectos estiverem faltando na medição (ou se aspectos irrelevantes forem incluídos), a validade está ameaçada.

Por exemplo, se um pesquisador define conceitualmente a ansiedade como envolvendo sentimentos nervosos e pensamentos negativos, então o teste deve incluir itens sobre ambos fatores. Se o teste só apresenta itens que avaliam pensamentos negativos, ele não estará cobrindo todas as partes do construto ansiedade. Dessa forma, a validade de conteúdo apresentaria um problema, porque um aspecto relevante do construto (sentimentos nervosos) teria sido excluído.

Como avaliamos a validade de conteúdo?

A validade de conteúdo de um teste é praticamente garantida pela técnica de construção. Isto posto, os dois procedimentos recomendados para analisar a validade de conteúdo devem ser executados durante os processos de construção ou de adaptação dos instrumentos de medida.

Avaliação do instrumento pelo público-alvo: o instrumento deverá ser avaliado por grupos de pessoas cujas caraterísticas vão de acordo com as características dos respondentes a que o instrumento se destina. Os grupos verificarão se os itens, as instruções e a escala de resposta são compreensíveis.

Segundo as sugestões e recomendações proporcionadas pelo público-alvo, podem ser feitas modificações no instrumento. É fatível realizar tantas avaliações pelo público-alvo quanto sejam necessárias.

Avaliação do instrumento por especialistas no construto que visa ser mensurado: esta avaliação pode envolver procedimentos qualitativos e quantitativos.

Nos procedimentos qualitativos, os especialistas devem avaliar o instrumento como um todo, determinando sua abrangência. Isto é, se cada domínio ou conceito foi adequadamente coberto pelo conjunto de itens e se todas as dimensões foram incluídas.

Nos procedimentos quantitativos sera quantificado o grau de concordância entre os especialistas. Existem diferentes métodos que podem ser utilizados para este objetivo, tais como:

Se você deseja conhecer melhor cada uma dessas formas, clique nos links acima!

Gostou desse conteúdo? Precisa aprender Análise de dados? Faça parte da Psicometria Online Academy: a maior formação de pesquisadores quantitativos da América Latina. Conheça toda nossa estrutura aqui e nunca mais passe trabalho sozinho(a).

Bruno Figueiredo Damásio

Sou Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia. Venho me dedicando à Psicometria desde 2007.

Fui professor e chefe do Departamento de Psicometria da UFRJ durante os anos de 2013 a 2020. Fui editor-chefe da revista Trends in Psychology, da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP) e Editor-Associado da Spanish Journal of Psychology, na sub-seção Psicometria e Métodos Quantitativos.

Tenho mais de 50 artigos publicados e mais de 5000 citações, nas melhores revistas nacionais e internacionais.

Compartilhe sua opinião sobre este post

4 respostas

  1. Olá, Bruno! Estou estudando a disciplina de psicometria na graduação em psicologia e achei o seu conteúdo muito rico e objetivo. Isso torna a aprendizagem mais eficaz. Para me aprofundar no assunto, você poderia me informar quais foram as referências bibliográficas utilizadas?
    Agradeço antecipadamente pela atenção.
    Abraços
    Luciani

    1. Olá, Luciani. Indico a seguir um artigo bem citado sobre o tema (Haynes et al., 1995) e dois capítulos que oferecem uma boa introdução sobre o assunto.

      Haynes, S. N., Richard, D., Kubany, E. S. (1995). Content validity in psychological assessment: A functional approach to concepts and methods. Psychological Assessment, 7(3), 238–247. https://doi.org/10.1037//1040-3590.7.3.238

      Pacico, J. C., & Hutz, C. S. (2015). Validade. In C. S. Hutz, D. R. Bandeira, & C. M. Trentini (Orgs.), Psicometria (pp. 71–84). Artmed.

      Pasquali, L. (2013). Validade dos testes. In L. Pasquali, Psicometria: Teoria dos testes na psicologia e na educação (5ª ed., pp. 158–191). Editora Vozes.

      Equipe Psicometria Online Academy

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts sugeridos

Compreendendo os índices de validade de conteúdo

Qual a diferença entre fidedignidade e validade de um teste

Coeficiente Kappa de Cohen

Conteúdo

Mais lidos

O que é regressão linear simples?

O que é correlação de Pearson?

O que é o teste de Shapiro-Wilk?

Teste t de Student

Postados recentemente

Curso R para Iniciantes

Como criar gráficos no R com o ggplot2?

Quais pacotes usar na análise fatorial exploratória no R?

Como reestruturar o formato do banco de dados no R?

Deseja se tornar completamente autônomo e independente na análise dos seus dados?

Junte-se a mais de 22.300 membros e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Bruno Figueiredo Damásio

Sou Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia. Venho me dedicando à Psicometria desde 2007.

 

Fui professor e chefe do Departamento de Psicometria da UFRJ durante os anos de 2013 a 2020. Fui editor-chefe da revista Trends in Psychology, da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP) e Editor-Associado da Spanish Journal of Psychology, na sub-seção Psicometria e Métodos Quantitativos.

 

Tenho mais de 50 artigos publicados e mais de 5000 citações, nas melhores revistas nacionais e internacionais. Atualmente, me dedico a formação de novos pesquisadores, através da Psicometria Online Academy. Minha missão é ampliar a formação em Psicometria no Brasil e lhe auxiliar a conquistar os seus objetivos profissionais.

Compartilhe sua opinião sobre este post

Posts sugeridos

Compreendendo os índices de validade de conteúdo

Qual a diferença entre fidedignidade e validade de um teste

Coeficiente Kappa de Cohen

Categorias