O seu Blog de Psicometria

Tenha acesso à nossa enciclopédia virtual de conhecimento em Psicometria e Análise de Dados

Junte-se a mais de 22.300 membros e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Compartilhe nas Redes Sociais

Cálculo do tamanho de efeito para o teste de Mann-Whitney

Alex França

jan 28, 2022

Já abordamos aqui no blog o teste de Mann-Whitney. Para refrescar a memória e ir direto ao ponto, utilizamos o teste de Mann-Whitney como a alternativa não paramétrica ao teste t para amostras independentes. Isto é, quando precisamos comparar dois grupos independente e nossos dados não atendem às suposições paramétricas.

Mas será que conseguimos calcular o tamanho de efeito?

O SPSS não fornece uma estatística de tamanho de efeito, mas o valor de z informado na saída pode ser usado para calcular um valor aproximado de r.

Para esse cálculo usamos a seguinte formula:

r = z / raiz quadrada de N onde N = número total de casos.

Veja o seguinte exemplo:

Realizamos o teste de Mann-Whitney para comparar os níveis de autoestima entre homens e mulheres. O resultado foi não significativo (ou seja, não detectamos diferença estatisticamente significativa nos níveis de auto estima entre homens e mulheres). Os resultados obtidos foram: z = –1,23 e nossa amostra é de N = 436.

Portanto, o valor do tamanho de efeito é de r = 0,06.

Isso seria considerado um tamanho de efeito muito pequeno usando os critérios de Cohen (1988) de 0,1 = efeito pequeno, 0,3 = efeito médio, 0,5 = efeito grande. O que faz sentido, pois não detectamos diferença estatisticamente significativas nos níveis de auto estima entre homens e mulheres

Os resultados desta análise podem ser apresentados como:

Um teste U de Mann-Whitney não revelou diferença significativa nos níveis de autoestima de homens (Md = 35, n = 184) e mulheres (Md = 34,5, n = 252), U = 21594, z = –1,23, p = 0,22, r = 0,06.

Era isso! Espero que esse post tenha sido útil!

Gostou desse conteúdo? Precisa aprender Análise de dados? Faça parte da Psicometria Online Academy: a maior formação de pesquisadores quantitativos da América Latina. Conheça toda nossa estrutura aqui e nunca mais passe trabalho sozinho(a).

Bruno Figueiredo Damásio

Sou Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia. Venho me dedicando à Psicometria desde 2007.

Fui professor e chefe do Departamento de Psicometria da UFRJ durante os anos de 2013 a 2020. Fui editor-chefe da revista Trends in Psychology, da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP) e Editor-Associado da Spanish Journal of Psychology, na sub-seção Psicometria e Métodos Quantitativos.

Tenho mais de 50 artigos publicados e mais de 5000 citações, nas melhores revistas nacionais e internacionais.

Compartilhe sua opinião sobre este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts sugeridos

Como lidar com os pressupostos da Análise de Variância (ANOVA)?

Qual é a diferença entre covariância e correlação?

Diferenças entre Modelos Lineares e Modelos Lineares Generalizados (GLMs)

Conteúdo

Mais lidos

O que é regressão linear simples?

O que é correlação de Pearson?

O que é o teste de Shapiro-Wilk?

Teste t de Student

Postados recentemente

Curso R para Iniciantes

Como criar gráficos no R com o ggplot2?

Quais pacotes usar na análise fatorial exploratória no R?

Como reestruturar o formato do banco de dados no R?

Deseja se tornar completamente autônomo e independente na análise dos seus dados?

Junte-se a mais de 22.300 membros e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Bruno Figueiredo Damásio

Sou Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia. Venho me dedicando à Psicometria desde 2007.

 

Fui professor e chefe do Departamento de Psicometria da UFRJ durante os anos de 2013 a 2020. Fui editor-chefe da revista Trends in Psychology, da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP) e Editor-Associado da Spanish Journal of Psychology, na sub-seção Psicometria e Métodos Quantitativos.

 

Tenho mais de 50 artigos publicados e mais de 5000 citações, nas melhores revistas nacionais e internacionais. Atualmente, me dedico a formação de novos pesquisadores, através da Psicometria Online Academy. Minha missão é ampliar a formação em Psicometria no Brasil e lhe auxiliar a conquistar os seus objetivos profissionais.

Compartilhe sua opinião sobre este post

Posts sugeridos

Como lidar com os pressupostos da Análise de Variância (ANOVA)?

Qual é a diferença entre covariância e correlação?

Diferenças entre Modelos Lineares e Modelos Lineares Generalizados (GLMs)

Categorias